segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Tratamentos para síndrome do pânico

A Síndrome do Pânico é uma doença psiquiátrica que deve ser tratada com um psicólogo e com tratamento medicamentoso. Isso é necessário, pois os remédios diminuem as crises de pânico do indivíduo, melhorando a sua qualidade de vida.

Mas, existem duas outras técnicas, atualmente muito conhecidas, que podem ajudar ainda mais o portador da Síndrome do Pânico a superar a doença. São os tratamentos com florais e a medicina ortomolecular. 
  
Florais 

Os florais são essências naturais, produzidas de maneira artesanal, com fórmulas presentes na natureza, para despertar os potenciais de cada um e ajudar a diminuir a ansiedade, que normalmente é o gatilho das crises de pânico. 

O tratamento para síndrome do pânico com os florais ajuda o individuo a identificar qual a origem de suas crises. Isso é realizado através de conversas e, a partir delas, são administrados os florais apropriados para a causa do problema. Assim, a pessoa tem condições de enfrentar o transtorno de uma forma mais tranqüila, o que torna o tratamento medicamentoso mais eficiente. 

É impossível dizer qual é o floral indicado para cada pessoa, uma vez que cada caso é um caso. Por isso, para cada individuo é indicado um floral diferente. Mas existem alguns que são utilizados na maioria dos pacientes, para ajudar a diminuir as crises e ajudar a melhorar a qualidade de vida do doente: 

- Bipinatus – Floral de Minas 
- Grey Spider Flower - Floral Australiano 
- Panicum - Floral de Saint German 
- Pencil Cholla Cactus - Floral do Arizona 
- Red Clover – Floral da Califórnia 
- Rock Rose – Floral de Bach 

Os florais ajudam muito, mas o que faz realmente a diferença é a adesão e a dedicação do paciente. Assim, ele pode ter uma melhor qualidade de vida, com mais equilíbrio e conseguir superar a doença de forma mais serena. 

Medicina Ortomolecular 

É uma medicina alternativa, mais conhecida por ajudar pacientes a emagrecer. Mas ela também ajuda a quem sofre com a Síndrome do Pânico, através do reequilíbrio químico do organismo da pessoa, que é feito com minerais e vitaminas específicos, como as do complexo B, que comprovadamente ajudam a diminuir a ansiedade. 

A vitamina B3, atua no cérebro ajudando as substâncias dos medicamentos de distúrbios de ansiedade a atuarem de uma melhor forma no organismo. Assim, o medicamento atua de forma mais eficiente e ajuda a pessoa a superar o problema mais rápido. 

A contribuição das vitaminas do complexo B nos pacientes que tem a Síndrome do Pânico é comprovada pela medicina, até mesmo para quem já está no extremo da agorafobia, que costuma ter deficiência de vitaminas B1, B2 e de ácido fólico. Isso torna o tratamento ortomolecular uma excelente terapia complementar para o tratamento da Síndrome do Pânico, mas que não substitui a convencional, feita pelo psiquiatra nem os medicamentos para o controle da doença. 

Essas dicas são do blog Síndrome do Pânico. Deixe seu comentário!


Nenhum comentário:

Postar um comentário