sexta-feira, 29 de março de 2013

Ação dos ácidos sobre a pele



● Os ácidos promovem a redução da coesão entre as células, pois reagem com a enzima “cimentante” existente na ceratina, promovendo a esfoliação da superfície e acelerando, assim a renovação celular.

● Tratam a pele oleosa, asfíctica, desvitalizada e envelhecida.

● Alteram o pH da pele, levando a ruptura das ligações de ceratina.

● Promovem a desobstrução dos folículos pilossebáceos, que prejudica a excreção do sebo onde diminui a acne.

● Aumentam a eficiência da permeação transepidérmica, favorecendo a permeabilidade cutânea.

● Com a intensificação da renovação celular, melhoram a textura da pele, revitalizando-a, tornando-a mais lisa, clara e luminosa reduzindo rugas superficiais, linhas de expressão, cicatrizes e manchas.

● Alfa-hidroxiácidos (AHA) exercem grande capacidade de umectação, aumentando sensivelmente a retenção de água no extrato córneo (efeito hidratante).

● Estimulam os fibroblastos (célula do tecido fibroso).


● Aumentam a produção do colágeno, dando a pele mais resistência e flexibilidade.

● Promovem a redução de cloasmas solares superficiais.

● Aumentam a síntese do metabolismo basal.

● A longo prazo, a pele entra em acomodação e não responde mais ao tratamento com ácido, reduzindo, assim, a renovação celular. Por outro lado, há o aumento do efeito cosmético dos ácidos sobre a pele, melhorando a hidratação e a plasticidade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário