terça-feira, 17 de setembro de 2013

Ansiedade - Transtorno atinge mais de 10 milhões no mundo

Ansiedade é uma condição comum, mas se exagerada causa transtornos. O termo "estado de ansiedade" refere-se à uma condição humana, que pode ser provocada por situações externas, como eventos ocorridos em desastres naturais, por exemplo o ataque às torres gêmeas World Trade Center na cidade de Nova York e situações de preocupação imaginária, giram em torno de questões co
m a incapacidade de enfrentar problemas, expectativa de uma avaliação negativa de outras pessoas, o receio de mau desempenho e preocupações somáticas.

Um grande leque de sintomas físicos pode estar associado a estas situações de ansiedade. Incluem tensão muscular, espasmos e tremores, inquietação, fadigas, falta de ar, diarréia, ondas de calor e arrepios de frio, dificuldade para engolir, sudorese, dores no peito, formigamento nos pés, tontura e sentimento de irrealidade. A condição inesperada e intensa dessas sensações freqüentemente leva os pacientes a acreditarem que correm perigo de desastres físicos ou mentais como o desmaio, um ataque cardíaco, perda de controle ou sentimentos de que estão enlouquecendo.

Os transtornos de ansiedade em geral se manifestam repentinamente, podendo ocorrer entre 25 e 30 anos.

"A pessoa ansiosa se preocupa por coisas que ainda não aconteceram. Com isso, ela fica estagnada por não conseguir tomar uma decisão", explica a psicóloga Graça Miquelutti Camargo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a ansiedade atinge mais de 10 milhões de pessoas no mundo inteiro, no entanto é mais comum em mulheres.

Inicialmente, pessoas quando percebem o mal estar, não reconhecem os sintomas como "ansiedade". A primeira busca de ajuda ocorre em um pronto socorro ou clínico geral. O primeiro encaminhamento a um especialista pode ser para tratamento de doenças neurológicas, cardiológicas ou respiratórias. Quando há indicação de tratamento psiquiátrico, é comum ter dúvidas a respeito da natureza psicológica e comportamental de seus sintomas.


Buscar ajuda de um psicólogo especialista, minimiza a trajetória do sofrimento. A função do psicólogo é a avaliação da necessidade desta ajuda, estabelecendo alguma situação que deva ser tratada com urgência, para diminuir possíveis prejuízos sociais ou familiares.


Dica da psicóloga: Praticar exercícios físicos, ter uma noite de sono saudável, fazer atividades de lazer, mudar a rotina diária. Fazendo isso ajudará a aliviar o estresse e consequentemente a ansiedade.

Sintomas da Ansiedade

- Preocupação, tensão ou medo exagerado;
- Sensação contínua de que um desastre ou algo ruim vai acontecer;
- Preocupação exagerada com a saúde, dinheiro, família ou trabalho;
- Medo exagerado de ser humilhado publicamente;
- Falta de controle sobre pensamentos, imagens ou atitudes;
- Dificuldade de concentração;
- Fadiga;
- Irritabilidade e perda de controle;
- Pavor depois de uma situação difícil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário