quinta-feira, 4 de junho de 2015

Drogas x Coração

Figurinhas carimbadas nas baladas, podem parecer inofensivas a princípio, mas na verdade pode causar um estrago irreversível ao organismo. As tão disseminadas e famosas drogas sintéticas, facilmente encontradas em portas de danceterias, raves, shows e muitas vezes no quarto ou nas bolsas de nossos filhos.

Sabe-se que existem mais de 348 variações de drogas sintéticas disponíveis no mercado. Elas são popularmente conhecidas como "balinhas" ou "doces" e só tem de inofensivo o nome, pois possuem um potencial tóxico muito alto e é capaz de fazer com que o organismo de qualquer pessoa, independente da idade, entre em colapso.

O "barato" promovido por esse tipo de droga é imediato e chega a durar até 24 horas. De acordo o cardiologista Hélio Castello, algumas drogas sintéticas promovem uma descarga rápida de serotonina e proporcionam sensação de prazer e bem estar. Outras apresentam doses de anfetamina e provocam a tão falada euforia. "Esses estimulantes agem diretamente no sistema nervoso central e promovem desde alucinações até surtos psicóticos, convulsões, lesões das células cerebrais e podem levar o paciente ao óbito", revela o médico.


Em relação ao coração, essas drogas também agem de forma agressiva e rápida. "A descarga de adrenalina faz com que a pressão arterial se eleve, promovendo a vasoconstrição: uma contração dos vasos sanguíneos e taquicardia. Esse processo pode causar a falência dos músculos do coração, parada cardíaca e até mesmo ocasionar um acidente vascular cerebral (AVC) mesmo em pacientes muito jovens", completa Castello.

O cardiologista alerta e diz que o perigo se torna ainda maior quando essa droga é "misturada" com bebida alcoólica. "O álcool potencializa os efeitos da droga e seus efeitos são ainda mais severos. O indivíduo quer ficar 'ligado' e esquece os riscos do consumo. Ingerir álcool e droga é como estar com uma bomba relógio nas mãos. Basta o indivíduo saber que ela poderá explodir a qualquer momento", esclarece o médico.

A dependência é outra questão que gera dúvidas. Ao contrário que muitos pensam, as drogas sintéticas causam dependência sim.


Veja os sintomas que as drogas causam:

Anfetaminas / Metanfetaminas: Efeito estimulante, causando dependência psicológica e física;

Barbitúricos: Efeito sedativo e tranquilizando e alto índice de dependência química;

Ecstasy metilendioxi-metanfetamina (balas): Altamente alucinógeno;

LSD (doce): Alucinógeno e com altos índices de dependência psicológica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário