quinta-feira, 6 de agosto de 2015

#Beda 6: Como a Laranja Vermelha atua na redução da circunferência abdominal

A laranja é uma das frutas mais populares entre os brasileiros e todos sabem dos seus benefícios para saúde. Originária da Sicília, nas áreas em torno do vulcão Etna, a laranja vermelha, ainda é pouco conhecida por aqui, mas é rica em vitamina C, um excelente oxidante.

A fruta que é semelhante ao grapefruit possui flavonoides e antocianinas, substâncias que têm como principal característica a diminuição do tamanho da célula gordurosa. Além disso, elevam a sensibilidade à insulina, metabolizando o açúcar circulante no sangue de forma mais eficiente. Ao mesmo tempo, reduz o triglicéride, que é a gordura que se encontra dentro dos adipócitos e, por conseguinte o colesterol total.


Os polifenóis do extrato da laranja vermelha, chamada também de Laranja Moro, principalmente a antocianina C3G, atuam no controle do transporte da gordura para dentro dos adipócitos. Enquanto a vitamina C, também chamada de ácido ascórbico, auxilia na redução da inflamação local.

Sabe-se que para o emagrecimento é necessário que aconteça a redução do volume de gordura corporal. A célula gordurosa funciona como uma glândula que se multiplica e fica sedenta de carboidratos circulantes.

Há nos obesos uma grande quantidade de células gordurosas e uma diminuição da saciedade. A satisfação é estimulada por um hormônio chamado leptina, entretanto, nestes pacientes a produção é grande, mas de baixa qualidade.

É importante reforçar que a redução da circunferência abdominal é fator gerador de saúde e de maior longevidade. Assim, é possível prevenir cânceres, hipertensão arterial e doenças cardíacas.


Conheça a Dra. Sylvana Braga

Dra. Sylvana Braga (www.sylvanabraga.com.br) – Nutróloga, reumatóloga, fisiatra e especialista em prática ortomolecular, também autora do livro “Dieta Ortomolecular – dieta natural para emagrecimento saudável e evitar definitivamente o efeito sanfona", que traz mais de 100 receitas para se manter saudável de forma natural.


Nenhum comentário:

Postar um comentário